Notícias

Morador de Campinas ganha na loteria após 42 dias em coma devido à Covid

Uma reportagem do portal G1, publicada nesta sábado (13/03) conta a história do analista de sistemas Rogério Maria, de 51 anos, pai de dois filhos.

Ele foi infectado com o novo coronavírus em julho, pico da primeira onda da pandemia. A piora no quadro veio rápido e ele ficou hospitalizado na Casa de Saúde de Campinas.

No total, ele ficou 68 dias internado, sendo 42 em coma induzido, entubado. Com 80% dos pulmões comprometidos, precisou de uma traqueostomia, teve pneumonia e adquiriu uma infecção bacteriana.

Ele foi para casa em setembro com 27 kg a menos, queda de cabelo e a pele escurecida pelos remédios que tomou.

Durante o coma, a família chegou a pedir auxílio por internação médica ao (INSS), que foi negado. A justificativa do órgão, segundo Rogério, foi que ele estaria apto a trabalhar, mesmo com o atestado de coma expedido pelo hospital.

Em dezembro, a família recorreu a uma vaquinha online para ajudar nas despesas com o tratamento, mas não imaginou que teria sorte com a Mega-Sena da Virada.

O bolão no qual Rogério estava acertou cinco dezenas, e cada um recebeu R$ 7.325,26. O valor é pouco em comparação ao prêmio principal, mas veio em boa hora.

Atualmente, ele já consegue pular, correr e fazer exercícios de força, mas 2021 ainda será de recuperação para o analista.

A reportagem completa do G1 está disponível neste link.