Notícias

Homem que matou estudante da Unicamp é condenado a 35 anos de prisão

Sandy Andrade Santos, 21 anos, foi assassinada após uma tentativa de estupro perto do campus da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde estudava.

O crime aconteceu em março de 2017, um mês após Silva ter deixado a cadeia. Ele já havia sido condenado pelo crime de estupro.

O julgamento da morte de Sandy foi realizado nesta quinta-feira, 28. Silva já estava preso e vai cumprir pena pelos crimes de sequestro, tentativa de estupro e homicídio qualificado.

A Justiça levou em conta os agravantes, como emprego de meio cruel e reincidência. Durante o julgamento, houve protesto de familiares e amigos de Sandy e uma pessoa chegou a ser retirada da sala do júri após gritar pedindo a condenação. A defesa de Silva informou que vai recorrer da decisão.